O Brasil no mundo dos Superesportivos

O Primeiro automóvel movido a Gasolina, o Benz Patent Motorwagen, foi criado em 1885, e atingia incríveis 13 km/h, de velocidade máxima. E desde então, novas tecnologias e novos projetos vem aparecendo dia após dia. Hoje temos carros superesportivos que superam os 400 km/h, porém o Brasil nunca foi referência na produção desses carros, mas parece que isso vai mudar.

A Empresa Amoritz GT que é especializada em design de veículos esportivos está preparando um Supercarro brasileiro, o DR7. Nós já temos um Supercarro, o Vorax, porém este ainda não foi produzido e não sabemos se será. Visto que já foi apresentado no Salão do Automóvel em 2010, o Vorax detém o título de “Primeiro Superesportivo brasileiro”. Seguindo com o DR7, ele tem um Design inovador e digamos que futurista inspirado em carros-conceito, acredita-se que ele terá um assento central, e dois assentos para passageiros logo atrás deste, seguindo o mesmo conceito do conhecido McLaren F1.

O DR7 terá 4,7 metros de comprimento e 2 metros de largura, irá utilizar um Motor do Dodge Viper V10 de 8.4 litros Bi turbo adaptado ao Etanol, o que irá gerar uma potência estimada de 1007 cv. Isso o deixará muito perto dos mais famosos superesportivos.
Assim que o protótipo do veículo for apresentado, os interessados deverão entrar em uma lista de espera de aproximadamente dois anos, e desembolsar o equivalente a R$ 2 Milhões. Esse será o preço da exclusividade, já que o DR7 terá uma tiragem de 50 unidades apenas.

Isso mostra que com uma boa instrução é possível alcançar objetivos distantes. A Render Multimídia como sempre tem cursos nas mais variadas áreas. E um dos Softwares mais utilizados na área automotiva é o CATIA, ferramenta poderosa usada por grandes montadoras. Veja o nosso Curso de CATIA V5 Fundamentos e conheça todos os recursos desse Software.

Related Posts with Thumbnails

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *