Poliestireno expandido, você já ouviu falar?

Talvez não com esse nome, mas fato é que ele está presente na sua vida mais do que muitos imaginam. O poliestireno expandido (EPS) é popularmente conhecido pelo seu nome comercial Isopor®.  Você o vê comumente nas embalagens e em caixas térmicas, mas nesse artigo conheceremos algumas utilizações desse produto na construção civil que talvez você não conheça!

O EPS foi descoberto em 1949 pelos químicos Fritz Stastny e Karl Buchholz, quando trabalhavam nos laboratórios da Basf, na Alemanha e é um plástico celular rígido, resultante da polimerização do estireno em água. Como agente expansor para a transformação do EPS, emprega-se o pentano, um hidrocarbureto que se deteriora rapidamente pela reação fotoquímica gerada pelos raios solares, sem comprometer o meio ambiente.

O produto final é composto de pérolas de até 3 milímetros de diâmetro, que se destinam à expansão. No processo de transformação, essas pérolas são submetidas à expansão em até 50 vezes o seu tamanho original, através de vapor, fundindo-se e moldando-se em formas diversas. Expandidas, as pérolas consistem em até 98% de ar e apenas 2% de poliestireno.

Quanto mais denso o EPS mais resistente ele é e menor é sua deformação, com isso são empregadas diversas densidades desse material na construção civil dependendo da finalidade em que ele é usado.

EPS1

Gráfico: deformação versus resistência para diversas densidades de EPS
Fonte: http://goo.gl/si5KTW

Continue lendo

Os Frutos da Astronomia no Cotidiano

Astronomia 1

A Astronomia, assim como qualquer outra ciência, possui como seu principal objetivo agregar conhecimento e ajudar a entender o universo como um todo. Porém, ao contrário de outros ramos, por ser tão focada em observar mundos distantes, a Astronomia tende a ser criticada por muitas pessoas como um ramo que não traz benefícios materiais à humanidade, mas isto não é verdade.

Apesar de a ideia mais comum sobre um benefício da Astronomia ser a possível descoberta de planetas para onde a raça humana pode se mudar para fugir de perigos na Terra em um futuro distante, este está longe de ser o único benefício trazido de observações e explorações espaciais.

Um dos benefícios mais óbvios é o uso de satélites. Carros e celulares com GPS estão em todas as partes, sem falar em transmissões de televisão ou sinal de internet via satélite. O uso de satélites impactou drasticamente a vida na Terra e também permitiu uma melhor análise da composição da atmosfera terrestre, útil para diversos fins, como, por exemplo, no uso de balões meteorológicos. Além disto, a Estação Espacial Internacional, o maior satélite artificial a orbitar a Terra, através de seus experimentos continua agregando mais conhecimento a diversos ramos da ciência. Continue lendo

3D na sua casa!

Esses dias estava andando pelo shopping quando vi uma televisão 3D – isso mesmo, agora você pode do seu sofá desfrutar a incrível sensação que os filmes 3D nos proporcionam!
Com o avanço da tecnologia em diversos ramos, a televisão foi um dos objetos que mais evoluiu. Primeiro, houve a mudança da TV preto-e-branco para a colorida. Depois, os fabricantes começaram a oferecer televisores em formatos maiores. Na última década fomos envolvidos pelos modelos de plasma e LCD. Atualmente o que encanta nossos olhos são os televisores de alta definição (HDTV) juntamente com os modelos de LED. E, mais atualmente ainda, os recém-lançados modelos 3D.

Os modelos 3D chegam com tudo no mercado, e prometem revolucionar a experiência de sentar para assistir TV.

Continue lendo

3D, Só falta sair da tela!

Pois então! Faltava comentarmos um pouco sobre a fabulosa e revolucionária presença do 3D em nossas casas. Não quero me referir apenas à animação 3D, que iniciou no final dos anos 70, início dos anos 80. Refiro-me à exibição neste formato.

Então, vamos começar do “Era uma vez”.

Inicialmente, tudo o que vemos é percebido em duas dimensões. Como seres humanos, apenas percebemos o mundo com 3 (4) dimensões pelo fato de termos outros sentidos, além de nossa visão. Isso ainda é ressaltado pelo fato de termos a visão chamada de estereoscópica, formada a partir da distância de nossas duas fontes de captura de imagem, ou seja, nossos olhos.

Fonte da imagem: formigueiros

Continue lendo