Mamãe quero ser web designer

 

Quero ser designer

 

É facil de lembrar dos meus primeiros passos como web designer:  eu era péssimo! Minha noção de design era limitada, as ferramentas eram limitadas e a única coisa que me incentivou muito a continuar foi a grande familiaridade que criei com o, na época, Macromedia Fireworks 4 e o Macromedia Dreamweaver Ultradev. Bons tempos, quando também aprendi muito com amigos da MyDigital e um cara que morou comigo por alguns anos e que é um grande perito em imagem em design, Ricardo Cora.

Eu tive uma boa orientação, mas como diz o Paulo Victor aqui da Render :“Minha experiência não vale nada pra ninguém, o que vale mesmo é o conhecimento!”.

Falando de conhecimento, a história muda muito. Eu tive uma boa trilha para seguir no começo de carreira, com profissionais de talento, professores excelentes e um acervo de conteúdo invejável, afinal, para quem não sabe o meu primeiro idioma é o Inglês e 100% do conteúdo de qualidade para web designers são publicados primeiro em Inglês.

O feeling para designer e todo o conceito que criei já foi mudado diversas vezes. Me lembro de quando eu gostava de balões, até um dia que descobri que podia explorar mais as bordas. Utilizava resoluções compactas com pensamento na resolução dos displays e hoje em dia a coisa que eu menos me importo é com resoluções compactas. Tudo mudou, mas meus amigos não estavam lá para indicar estas mudanças. Not anymore!

O grande salvador para a minha contínua formação como profissional foi a internet. Na febre do Flash, eu acompanhava centenas de blogs, sites e fóruns de programadores e animadores. Sempre fui um expectador dos programadores PHP e ASP e quatro dias depois de ouvir a palavra Tabeless pela primeira vez, desenvolvi meu primeiro layout utilizando a técnica. O que eu quero mesmo dizer, é que o válido em toda esta história é unicamente o nosso interesse em aprender, e em segundo lugar vem às fontes onde aprendemos.

Agora que passei a minha mensagem, selecionei alguns sites muito bons para profissionais novos e experientes, com conteúdo interessante, atualizado e de muita qualidade: Continue lendo e confira.

Smashing Magazine
O website é em Inglês, trata-se de uma das maiores referências atuais do mercado de web design e designer de aplicações; trata a web de forma moderna onde aborda assuntos como design para usuário, design para o administrador, design para aplicativos móveis, fotografia, tendências e desenvolvimento com PHP, HTML e CSS.

Webdesigner Wall
Um dos meus blogs favoritos, trata-se do projeto pessoal do designer Nick La de Toronto, Canada. O Blog traz informações bem atualizadas sobre o mercado de web, alguns itens para downloads e artigos muito interessantes para atividades envolvidas no dia-a-dia de um designer gráfico especialista em web.

Web Design Library
Ótimo website para iniciantes, com tutoriais de ferramentas como Fireworks, Flash, Dreamweaver, Corel, Illustrator, Photoshop, etc.

Awwward
Ótima galeria de websites feitos em CSS, utilizando as mais modernas tecnologias. Sites como Awwward são ideais para a inspiração no inicio de novos projetos.

CSS Drive
Mais uma galeria de websites feito em CSS, ótimo para a inspiração.

Eu poderia passar o restante do dia lhes apontando websites, livros, blogs, quase todos em Inglês ou francês, mas vamos lá, todos nós conhecemos muito bem o Google. Apenas compartilhei “la creme-de-la-creme”  dos websites voltado aos designers gráficos, mas tenha certeza que sites tutores e resources são muito comuns na internet.

Estou escrevendo atualmente para a Render, o curso Fireworks CS5 Fundamentos para Web. Nas ultimas aulas vou incluir uma lista considerada de websites para referência de design e desenvolvimento, além de uma importante lista de servidores qualificados no Brasil e no exterior, para evitar certas frustrações que eu explico uma próxima hora.

No momento, apenas divirta-se com o conteúdo que lhes indico. E também fica a dica: APRENDA INGLÊS!

Related Posts with Thumbnails

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

2 comments

  • Não tem outro jeito, quem resolveu investir na área de Ti precisa entender exatamente o ponto que você reforçou: a aprendizagem constante. Também acho interessante ser pró-ativo e, além do inglês, que é primordial, fazer cursos em outros ramos, além de web, para ter uma noção geral de cada um deles. Os sites especializados, assim como os que você passou, são ótimas fontes de conhecimento também, assim como tutoriais e livros. Muito bom seu artigo, parabéns!

  • Realmente nessa área não tem como parar de estudar. Gostei das indicações de sites, principalmente do Smashing Magazine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *