Por que render-se ao LinkedIn?

É bem provável que você possa estar pensando: Oh, não! Mais uma rede social pra eu perder meu tempo!

Bom… normalmente é esse o pensamento que temos quando começamos a receber aqueles convites indesejados via e-mail pra aderir a essas ‘febres’ do momento.

Então.. Por que render-se ao LinkedIn?

O LinkedIn entra na onda das redes sociais que mais crescem no momento por se tratar de uma rede estritamente focada para promover o profissional. Tem ferramentas muito boas pra promover seu marketing profissional, como por exemplo a integração com o slideshare, onde você pode expor apresentações suas de sucesso ou mesmo a adição de prêmios e destaques já recebidos. Outra coisa bacana é a questão das recomendações.

No LinkedIn , é possível trocar recomendações de trabalho com suas conexões (contatos). Você pode estar pensando: Tá… mas e quem busca informações sobre mim na internet? A resposta: quase todas as grandes empresas a nível mundial. Segundo Arvind Rajan, que é vice presidente de operações especiais do LinkedIn, 60% das grandes companhias norte-americanas recorrem ao LinkedIn na hora de procurar profissionais para preencher suas vagas.

No Brasil, o número de usuários que aderiu a rede dobrou em 4 meses.

É um novo horizonte surgindo em meio à nossa busca por constante melhoria e reconhecimento profissional.

Além dos fatores citados acima, a rede dispõe também de um sistema de grupos (com conceito semelhante às comunidades do popular orkut), todavia bastante diferenciado e completo, onde os usuários conseguem interagir de maneira dinâmica e ganhando destaque. Ah, e sabe o que é mais interessante? Nessas comunidades são debatidos temas e dúvidas com profissionais da sua área, de todo o mundo! (Os indianos que o digam! Sua participação na rede parece aumentar na mesma medida que sua economia!). O LinkedIn também é capaz de gerar seu curriculo em pdf, com as informações por você fornecidas.

Entre outras coisas, é legal destacar também a publicidade que a parte empresarial dispõe ali. Além de gerar conteúdo para os robôs de indexação do google (promovendo SEO), o LinkedIn gera dados estatísticos sobre as empresas, como por exemplo informando onde alguns funcionarios trabalhavam antes de irem para essa empresa, e para que empresas os funcionários costumam ir, após saírem dela. Ainda nesse sentido, é possível também encontrar informações financeiras, como receita anual gerada pela empresa ou mesmo valor das ações (confira Petrobrás, Google, etc.). É sensacional.

Há, além da versão básica, uma versão paga do linkedIn, que lhe fornece informações como que profissionais andam olhando o seu perfil, facilitando contato com eles através do que chamam de inMail, ou mesmo a possibilidade de ofertar/procurar vagas de emprego (mas isso você pode fazer facilmente também com a conta básica, dentro de um grupo (comunidade) específico.

É pessoal… Vale a pena mesmo acompanhar essa tendência, pois com certeza tem futuro.

Já estão disponíveis no site também ferramentas para integração dos contatos com o Outlook, Lotus(IBM), versões para acesso via dispositivos móveis (smartphones).

Conecte-se você também! Siga a Render Multimídiafique linkedIn!

Ah.. e claro, se você estiver procurando qualificação profissional, faça um curso da Render Multimídia e turbine o seu CV no LinkedIn… Vai que aquela empresa que você sempre sonhou em trabalhar esbarra no seu currículo ali!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu