Sensores e suas utilidades

Uma central de alarme é um equipamento eletrônico destinado à proteção de um determinado local. A central é acionada por sensores caso haja uma intrusão em uma área. Existem as centrais convencionais e as monitoradas. A grande diferença é que as centrais monitoradas permitem o monitoramento constante, o que não ocorre com a central convencional. Na central monitorada, um alerta é enviado para o software de monitoramento que, por sua vez, é instalado em empresas de segurança 24h, sendo que essas ficam responsáveis por verificar quaisquer indícios de alerta informados pela central.

 

Nas cercas elétricas, o eletrificador de cercas converte a energia elétrica da Rede 110/220V de alta corrente para alta voltagem 6 a 10.000 Volts e baixa corrente (0,1mA). Embora você não o veja, o “coração” da cerca elétrica é o eletrificador, aparelho que gera o choque transmitido por toda fiação. Os sensores também podem ser ativos ou passivos. Instalado em muros ou paredes, o sensor infravermelho ativo tem o intuito de detectar uma intrusão.Ao contrário do infravermelho passivo, que é composto por um único aparelho, o ativo trabalha com dois, o transmissor e o receptor. Esses são instalados nas extremidades de um muro ou parede e alinhados um de frente para o outro. O transmissor envia um sinal infravermelho constante para o receptor, e, se esse sinal é interrompido, ele dispara o alarme. A ideia é como a da cerca elétrica, porém não gera o choque, ele aciona a central de alarme indicando que houve uma intrusão.   Já os sensores de iluminação, também conhecidos como minuteria, são instalados, muitas vezes, em corredores de condomínios e prédios para que a luz não fique ligada constantemente. Ao detectar um movimento, o sensor aciona a lâmpada, que é ligada automaticamente por um determinado tempo previamente estabelecido. Os sensores de abertura, por sua vez, acionam a central de alarme caso haja a intrusão por portas ou janelas. Esse pequeno equipamento é composto por dois módulos, um é instalado na parede e outro, na própria janela ou porta. Quando a central está ligada e a janela for aberta, os dois módulos se desalinham, e é gerada uma notificação para a central.   O curso Projetos Eletrônicos com Transistores e CIs, lançado em novembro pela Render, ensina, de forma fácil e prática, a elaborar e analisar o funcionamento de vários circuitos eletrônicos contendo transistores e circuitos integrados. Dentre os exemplos apresentados, existem vários circuitos que podem ser adaptados e utilizados para elaboração de circuitos de proteção industrial e residencial, necessitando apenas que o aluno tenha um pouco de conhecimento prévio. Para aprimorar ainda mais os conhecimentos, este curso apresenta alguns projetos introdutórios para estudantes de robótica e entusiastas, mostrando passo a passo o funcionamento de cada projeto. Ao terminar este curso, você estará apto a projetar e construir vários circuitos eletrônicos para o monitoramento em diversos tipos de projetos, podendo prosseguir com seus estudos e competir, no mercado de trabalho, possuindo um diferencial.

 

Referências: Depto. de Marketing da JFL

 

Nelson Vicente Soares
_______________________________________
Técnico em Eletrônica e Analista de Sistemas

Related Posts with Thumbnails

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *