BIM: do 3D ao 7D

Já é comum aos nossos ouvidos a sigla BIM (Building Information Modeling), quando a escutamos logo pensamos num modelo 3D de maquete eletrônica. E se isso o faz pensar que o modelo 3D é mais que o suficiente para a perfeita execução de um projeto, você está enganado. A prática nos mostra que o resultado construído raramente reflete 100% corretamente o que foi planejado, pois interferências, ineficiências, alterações de projeto ou de especificações fazem com que a obra física acabe se alterando.

BIM 3D7D -1

 

http://goo.gl/0Fy10N

 

O BIM 3D se trata de um modelo 3D consolidado de todo o projeto, ou seja, englobando tanto o aspecto arquitetônico como elementos mecânicos, hidráulicos e elétricos. Neste modelo temos todas as informações para a caracterização do projeto e posicionamento espacial dele. Além da melhor visualização espacial, o BIM 3D traz como grande benefício o poder de compatibilização de projetos, onde podemos ver onde estão os conflitos entre eles. Como uma escada mal posicionada, ou um tubo colidindo com uma parte estrutural importante.

BIM 3D7D -2

 

http://goo.gl/toHcP3

Já o BIM 4D adiciona a variável temporal ao projeto, assim é possível incorporar ao modelo informações sobre cronograma da obra, sequência e fases de implementação. O BIM 4D além de permitir a visualização virtual e de forma mais fácil o progresso da obra, permite um controle mais preciso sobre os prazos de execução. Essa maior precisão é dada porque nos é permitido explorar as diversas possibilidades de execução da obra, alternando métodos e sistemas construtivos para chegar a um melhor resultado. Além de poder permitir podermos elaborar o planejamento geral da obra, o BIM 4D nos permite simular a execução de uma etapa específica, como a concretagem.

BIM 3D7D -3

 

https://goo.gl/1IyZCA

O BIM 5D agrega os custos da obra ao modelo tridimensional com o planejamento. Assim, cada elemento do projeto realizado passa a ser vinculado a um custo. Com isso, o fechamento em alvenaria fica ligado ao seu orçamento e aos insumos usados na sua produção, por exemplo. Uma alteração nas dimensões da alvenaria, automaticamente atualiza o orçamento da obra. Isto faz com que possamos planejar e evitar desperdícios, analisando as diversas possibilidades que temos ao planejar uma obra e  então estimar os custos por fases dela, criando um cronograma físico-financeiro mais preciso.

BIM 3D7D -4

 

http://goo.gl/k0WCzX

O BIM 6D ajuda a realizar a análise  do consumo de energia,  e está fortemente ligado a questões de sustentabilidade. A utilização dessa tecnologia pode resultar em estimativas de gastos energéticos mais completas e precisas no início do processo de design. O BIM 6D também permite a medição e verificação durante a ocupação da construção e ainda melhora o recolhimento de informações que tiramos de instalações de alto desempenho.

BIM 3D7D -5

 

https://goo.gl/wphQlF

Por fim o BIM 7D traz a análise do ciclo de vida do projeto e a gestão das instalações, permitindo controlar a garantia dos equipamentos, planos de manutenção, dados de fabricantes e fornecedores, custos de operação e até mesmo fotos. A sétima dimensão do BIM permite que os gestores possam extrair e rastrear dados de ativos relevantes, tais como status de componentes, especificações, manuais de operação, datas de garantia entre outros.

BIM 3D7D -6

 

https://goo.gl/f51oit

Todas essas novas dimensões não significam que o BIM constitui somente uma mudança de ferramenta de trabalho. Ele se constitui primeiramente numa mudança de nossa filosofia de trabalho, da maneira que planejamos e lidamos com nossos projetos.

 

Vinícius Feller

———————————-

Estudante de Engenharia Civil

Autor e Instrutor Render

Related Posts with Thumbnails

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

One comment

  • Gostei muito dos esclarecimentos sobre BIM que inicio agora obter informações e verifico que é uma ferramenta que veio para ajudar nos projetos e gerenciamento de obras de engenharia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *