Restaurando o Desejo pela Leitura e Aprendizado

Foi no ano de 1971 que os livros e documentos começaram a se submeter ao início da tecnologia. Michael S. Hart foi o pioneiro nesta tecnologia, digitalizando a declaração de independência dos Estados Unidos. Desde então a evolução dos livros em meio digital está crescendo e se desenvolvendo cada vez mais a partir de empresas que pretendem fazer resurgir o gosto por leitura nos cidadãos de todo o mundo.

Em 2007 a loja virtual Americana Amazon lançou o Kindle, uma plataforma parecida atualmente com um tablet, que armazenava os livros virtuais, mais conhecidos como e-books, e isso foi uma grande febre no Mercado exterior. Desde então vieram aperfeiçoando mais e mais esta plataforma, e atualmente a mesma se encontra em sua Terceira edição, menor, mais sofisticada, porém com a mesma função.

Ao perceber um Mercado com muita chance de exploração, a empresa Americana Apple optou por criar algo muito parecido com o Kindle, porém agora além de você poder armazenar seus livros você pode cria-los e vendê-los e ou oferecê-los gratutitamente. Essa plataforma é o IPAD que também hoje se encontra em sua Terceira edição. Para a criação de um e-book a Apple oferece um software gratuito que possibilita a inserção de vídeos, fotos, questionários, galeria de fotos e muito mais, deixando os e-books mais interativos aos usuários, outra forma que foi encontrada para a tentativa de resurgimento do hábito de leitura. Continue lendo