O Computador de Voo

Airplane pilot equipment

Desde tempos imemoriais, o ser humano sonha em voar. Mas, ao contrário dos pássaros, esta dádiva nunca foi e jamais será barata àqueles que buscam experimentar a sensação de liberdade que o voo é capaz de produzir. Há muito, já dizia o poeta: “O homem vangloria-se de ter imitado o voo das aves com uma complicação técnica que elas dispensam” (Carlos Drummond de Andrade). Dotamos de um corpo que em nada nos favorece ao voo – membros sem proteção alguma contra impactos, nenhuma superfície aerodinâmica, nada de aerofólios. O criador determinou a terra como sendo o limite para as criaturas que nasceram sem asas.

Graças à sua inteligência, porém, o ser humano evoluiu, desenvolveu a linguagem, cultivou a terra, passou a viver em comunidades, organizou sociedades e com isso surgiram as técnicas. Os dias se passaram e hoje é possível embarcar em máquinas construídas a partir de materiais compostos e voar a partir de instrumentos jamais imaginados em toda a história, com segurança, precisão e rapidez. Ao contrário das aves, precisamos realizar cálculos para que o voo seja possível. Não espere um Falcão-de-Peito-Laranja realizando cálculos de altitude densidade ou velocidade aerodinâmica! Ele simplesmente voa. E assim surgem os instrumentos, cujo objetivo é tornar mais simples a resolução dos cálculos necessários para que uma aeronave, conduzida pelo homem, ganhe os céus.

O Computador de Voo, embora para alguns seja considerado “ultrapassado” – há instrumentos capazes de fazer os cálculos por você – ele é indispensável para estudantes da aviação, pois será através dele que os que sonham em voar passarão a entender o processo através do qual se realizam os inúmeros cálculos que fazem parte do planejamento de uma navegação aérea, como por exemplo, calcular o consumo para se chegar com folga de combustível no destino desejado, o vento atuante no percurso para corrigir o deslocamento da aeronave em voo, o tempo da viagem, além das diversas operações que envolvem uma navegação.

E como fazer tudo isso? Pelos menos, de duas maneiras. Primeiro, é possível através dos cálculos tradicionais da matemática, empregando desde operações básicas mais simples, passando pela geometria e até pela trigonometria. Mas para facilitar este processo (ou quem sabe, evitá-lo!), basta então “girar o disquinho”! Mas também não é tão simples quanto parece. Assim como um DJ move o seu disco com precisão para que a música tenha o seu efeito desejado sobre a pista, procederemos da mesma forma para que o estudante adquira precisão nos cálculos de computador de voo. É neste contexto que o curso surge, com o objetivo de preparar o estudante da aviação para a prestação da Banca ANAC e ter êxito na realização de todas as operações que envolvem a utilização desta régua de cálculos.

A RENDER preparou especialmente um curso que você poderá utilizar para aprender todas as técnicas de utilização do Computador de Voo. Confira no link:

Domine o uso do computador de voo e amplie suas chances de passar na banca ANAC

http://www.render.com.br/curso/computador-de-voo-completo

 

Autor: Dalton Rocha Flores

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu
Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Participe da nossa lista de e-mails para receber as últimas notícias e atualizações do nosso blog.

Você se inscreveu com sucesso!