5 Dicas para atuar no Mercado de Maquete Eletrônica

Muitas dúvidas nos assombram quando gostamos de uma determinada área de atuação mas não temos idéia do mercado. Aqui vão algumas perguntas que podemos fazer: Como saber se o mercado esta necessitando este tipo de mão de obra? Qual o futuro deste mercado? Onde posso atuar? Existe espaço para mim que ainda sou iniciante? Que tipo de serviço posso oferecer sabendo fazer maquetes eletrônicas?

E aí sugiro algumas respostas…

1 – Como saber se o mercado esta necessitando este tipo de mão de obra?

Uma pergunta complicada de responder mas podemos tomar como base alguns fatores influenciadores: A maquete eletrônica está bastante relacionada com a economia e mercado de construção Civil, logo se estes estão bem, tudo vai muito bem.

Outro fator local que podemos destacar é que talvez a cidade em que esteja morando é propícia para oferecer seus serviços de maquete eletrônica. Verifique se onde você mora tem:

  • Faculdades de arquitetura e engenharia Civil, cursos técnicos de edificação, decoração e relacionados;
  • Um crescimento de obras civis com com prédios de bom padrão, e casas também é outro fator interessante;
  • Se existe um número considerável de construtoras, escritórios de arquitetura é ótimo sinal.

Mas se sua cidade não comporta estes itens, relaxe! Através da internet você também pode oferecer seus serviços. Existem sites que você pode colocar seu curriculum e portifólio, desta forma mesmo que você more longe dos melhores locais, também pode oferecer serviços pela internet. Uma pesquisa no google vai te dar uma idéia.

2 – Qual o futuro deste mercado?

Promissor !!! O 3d ainda tem muito a evoluir, não somente na visualização, mas em sua concepção. Ferramentas mais fáceis para você criar o modelo 3D; Aplicativos e máquinas que possibilitem desenvolver fotorealismo muito mais rápido; Novas tecnologias de visualização, um exemplo são as Televisões 3D que estão chegando em 2010 e possivelmente uma nova safra de ferramentas, desde hardware até softwares que vão adicionar funcionalidades na visualização da maquete eletrônica.

A realidade virtual vai chegando mais perto do consumidor com estas novas formas de interação.

Uma outra tecnologia interessante é chamada de realidade aumentada. Esta é o reconhecimento de padrões filmados do mundo real. Imagine que sua webcam, câmera fotográfica ou filmadora apontada para uma construção e o sistema coloca em tempo real informações adicionais na imagem que você esta filmando, desde informações de dimensões e histórico da obra, mas também projeções em 3D daquilo que você projetou. Imagine que você fez o projeto decorado de uma cozinha ou uma casa e vc apontando a câmera para o local automaticamente o sistema te mostra o projeto 3d conforme a sua localização. Em um futuro próximo teremos isto acontecendo, e para isto precisamos de mão de obra especializada na maquete eletrônica.

Então nunca é tarde para começar, novidades sempre virão. O limite é a imaginação, desta forma como comentei, o mercado existe e esta em evolução constante. Nós da Render vamos fornecendo ferramentas para você aprender de forma fácil as tecnologias para poder evoluir neste grande mercado.

3 – Onde posso atuar?

Um iniciante pode entrar num escritório de arquitetura e engenharia e iniciar os trabalhos em maquetes. Possivelmente após passar pela fase de estágio já tenha uma boa rentabilidade, dependendo o local e tamanho do escritório. Existem também hoje bons e grandes escritórios que trabalham somente com maquete eletrônica e visualização 3D.  Depois que tiver experiência, outra possibilidade é fornecer trabalhos para vários escritórios de arquitetura bem como empresas da região. Desta forma você pode ser um autônomo, freelancer ou micro-empresário. Quanto mais experiência você tiver em desenvolver maquetes eletrônicas mais chance terá para pegar bons trabalhos. Imagens hyper realistas hoje ainda poucos oferecem e ter este diferencial como serviço amplia suas oportunidades.

4 – Existe espaço para mim que ainda sou iniciante?

Sim, ser iniciante é conhecer as tecnologias de forma básica e fazer proveito delas para produzir alguma coisa. Não pense que alguém vai te dar uma oportunidade para aprender sem você conhecer nada, estes casos são muito raros. Então prepare-se, aprenda o máximo possível para iniciar na área. O Básico seria conseguir interpretar um desenho civil / arquitetônico, saber utilizar uma ferramenta CAD 2D e 3D. Assim você já pode ir para o mercado de trabalho focado neste tipo de oportunidades. E não pare de estudar, como comentei a tecnologia não para de evoluir e devemos estar por dentro das últimas tecnologias que venha a ajudar em nosso trabalho.

5 – Que tipo de serviço posso oferecer sabendo fazer maquetes eletrônicas?

Conhecendo maquete eletrônica você pode oferecer uma série de trabalhos que tem  a ver com visualização e animação em 3D, como:

  • Visualização de interiores e exteriores de casas, apartamentos, estandes para feiras e eventos,
  • Visualização de ambientes decorados para mostrar móveis,
  • Visualização de produtos de empresas;
  • Animações e passeios virtuais em edificações e construções diversas;
  • Visualização e decoração de plantas baixas em 3D;
  • Modelar em 3D os projetos de arquitetos e engenheiros civis

Dedicação e gostar do que se faz é importantíssimo em qualquer área e o resultado como crescimento profissional é inevitável.

Espero que com este pequeno artigo, você se anime e visualize as grandes oportunidades deste mercado.

No próximo post falarei sobre o que devemos estudar para ingressar na área.

Related Posts with Thumbnails

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

12 comments

  • Excelentes cursos que a Render nos proporciona,mutas oportunidades para quem inicia e no meu caso com 38 anos em projetos e desenhos busco novas oportunidades para continuar
    projetando e desenhando sempre pois,é a muinha vida.
    Eu vejo aqui esses cursos para design em maquetes e modelagem de personagem,bons cursos!devo resaltar esse lançamento do AtoCAD Mechanical, bem elaborado,já havia pensado!não há nenhum curso explorando mais tecnicas emprojetos,todos visando somente comandos,já o mechanical
    trilhou rumo aos projetos.Continie….

  • Meos parabéns para o blog.
    estou satisfeito no que eu li e vi.videos de qualidade incrível.Sou estudante na areá e espero realizar projetos como o tal. parabéns mesmo.

  • Cara, maravilha este blog, me ajudou muito. Sou iniciante nesse ramo,e espero evoluir!

  • Li e gostei muito interessante.Sou estagiário em uma empresa de Engenharia estou estudando para me tornar um Engenheiro civil,No meu local de trabalho os Engenheiros me indicaram para esse curso e foi bom ter visto esse artigo pois ele me ajudou muito ja que o mesmo aborda como seu principal assunto a criação 3D tecnológica que a cada dia avança, com as dicas postadas vi que tem uma certa relação com meu perfil muito bom artigo vou passar para meus amigos que se interessam pela mesma causa .

  • Parabéns pelo post ,
    Me identifiquei muito com este post , meu começo foi exatamente assim , comecei com uma curiosidade , depois comecei a dominar as ferramentas de modelagem , depois de alguns meses fui trabalhar para uma empresa de corrimãos , desenvolvendo projetos , e por um acaso em um projeto de um corrimão conheci um grande engenheiro que gostou do meu trabalho e pediu para eu fazer uma perspectiva de um grande empreendimento, e hoje em dia crio maquetes para engenheiros , arquitetos e construtoras .
    Queria apenas comentar uma coisa , nos profissionais neste mercado passamos por certas dificuldades na hora de passar um orçamento , muitos profissionais na área de arquitetura , engenharia . principalmente na área de arquitetura , não valorizam este trabalhos , sendo que nosso trabalho ajudam de mais na hora do cliente bater o martelo e muitos profissionais na área de maquetes eletrônicas acabam que desvalorizando o trabalho aceitando o preço que o arquiteto propõem , claro que precisamos ganhar nosso suado dinheiro , mais vamos valorizar o nosso trabalho , pois eles valorizam o deles .
    Parabéns .

  • INFELIZMENTE O TRABALHO É DEMORADO E COMPLEXO, PRINCIPALMENTE QDO VC BUSCA UMA IMAGEM REALISTA E É DOTADO DE UMA CRIATIVIDADE DIFERENCIADA. TRABALHO HÁ 8 ANOS COM 3D STUDIO MAX, NA ÁREA DE STANDS, MAS FAÇO TODO TIPO DE TRABALHO ARQUITETÔNICO. ME DESLIGUEI DA EMPRESA Q EU TRABALHAVA PRA SER AUTÔNOMO, E CONFESSO Q ESTOU ARREPENDIDO, NINGUÉM VALORIZA O TRABALHO, APESAR Q É IMPRESCINDÍVEL APRESENTAR O PROJETO EM QUESTÃO. INFELIZMENTE SÓ TEM FDP NESSA Q SÓ QUER SABER DE PAGAR 2,00 REAIS O M² OU TE DAR CALOTE NA COMISSÃO APÓS A APROVAÇÃO DO PROJETO. SEM CONTAR Q O MERCADO É SUJO, NÃO RESPEITAM OS DIREITOS DE AUTORIA.

  • Parabéns
    Post bem interessante para quem já trabalha na área de Maquete eltrônica.

  • Boas dicas para quem está começando.
    Parabéns pelos posts e pelos cursos oferecidos.
    http://www.arquitetarstudio.com.br

  • Gostei muito do que li, estava procurando informação sobre maquetes físicas e me deparei com as eletrônicas, foi bem esclarecedor. Não atuo no ramo e penso em nova atividade pois estou quase aposentando. Comentário sobre a desvalorização do trabalho me faz pensar se devo investir…

  • Adorei a matéria, parabéns!
    Texto fácil de entender e ótimas dicas, adorei o incentivo no final.
    Serei seu seguidor por esta matéria.
    Sucessos!

  • Muito Bom esclareceu muita coisa.
    Tenho algumas maquetes prontas e desenvolvendo render e estudando a engenheira e arquitetura frequentemente mas ate hoje nao conseguir fazer um projeto para um cliente amo a arte mais preciso de ajudar para começar a ganhar dinheiro.
    Bom sempre desenhei quando criança e modela, Texturariza e renderiza em um pc e um sonho trabalha com isso.
    Ajude-me

    Ja

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *