Os Frutos da Astronomia no Cotidiano

Astronomia 1

A Astronomia, assim como qualquer outra ciência, possui como seu principal objetivo agregar conhecimento e ajudar a entender o universo como um todo. Porém, ao contrário de outros ramos, por ser tão focada em observar mundos distantes, a Astronomia tende a ser criticada por muitas pessoas como um ramo que não traz benefícios materiais à humanidade, mas isto não é verdade.

Apesar de a ideia mais comum sobre um benefício da Astronomia ser a possível descoberta de planetas para onde a raça humana pode se mudar para fugir de perigos na Terra em um futuro distante, este está longe de ser o único benefício trazido de observações e explorações espaciais.

Um dos benefícios mais óbvios é o uso de satélites. Carros e celulares com GPS estão em todas as partes, sem falar em transmissões de televisão ou sinal de internet via satélite. O uso de satélites impactou drasticamente a vida na Terra e também permitiu uma melhor análise da composição da atmosfera terrestre, útil para diversos fins, como, por exemplo, no uso de balões meteorológicos. Além disto, a Estação Espacial Internacional, o maior satélite artificial a orbitar a Terra, através de seus experimentos continua agregando mais conhecimento a diversos ramos da ciência.

Astronomia 2

Imagem da Estação Espacial Internacional, vista do ônibus espacial Atlantis em 23 de maio de 2010
Fonte: Wikimedia Commons

Mas os benefícios não param por aí. Muitas tecnologias são inventadas ou, pelo menos, melhoradas para resolver problemas e eliminar dificuldades encontradas no ambiente espacial, como problemas encontrados devido ao vácuo, ao frio ou à microgravidade, por exemplo. Apesar de serem desenvolvidos com a exploração espacial em mente, muitas destas invenções também possuem uso na Terra e acabam sendo trazidas para uso convencional.

Alguns exemplos destas novas tecnologias trazidas diretamente do programa espacial podem ser vistas em nosso cotidiano, como lentes resistentes a riscos e arranhões, que utiliza uma tecnologia originalmente desenvolvida para proteger equipamentos delicados e prevenir danos aos visores dos astronautas. Também é possível verificar tecnologia espacial em braços e pernas artificiais, que utilizam tecnologia de amortecimento e avanços em robótica feitos pela NASA para garantir uma melhor experiência de uso. Certos alimentos preparados para bebês também contém nutrientes cujo uso tem origem em pesquisas com fungos realizadas pela NASA, originalmente com o intuito de utilizar os fungos como forma de reciclar materiais no espaço. Outro invento muito interessante e que salva vidas em todo o mundo é o chamado “cobertor espacial”, uma coberta leve feita de material que reflete radiação infravermelha, dificultando a perda de calor do corpo do usuário. Este material é muito utilizado em kits de primeiros-socorros, especialmente em regiões montanhosas e com neve, para prevenir hipotermia.

Há um mito de que sucos em pó, em especial da marca Tang, foram criados como fruto das missões espaciais, mas isto não é verdade. É verdade, porém, que estes sucos se tornaram muito mais populares após o fato de que eles foram utilizados no espaço ter se tornado público.

Astronomia 3

Exemplo de um cobertor espacial
Fonte: Wikimedia Commons

E os benefícios também não param apenas nas invenções, a exploração também traz diversos benefícios imateriais. Na busca por especialistas e novos colaboradores, agências espaciais sempre investem na educação, buscando melhorar a qualidade do seu trabalho e também ajudando a sociedade com isto, sem falar nas diversas oportunidades de emprego que sempre são um auxílio na movimentação da economia.

Em suma, podemos ver que a Astronomia e a exploração espacial não envolvem apenas olhar para fora e esquecer do nosso próprio planeta. Suas ações trazem diversos benefícios para todos nós até hoje e o nosso mundo não seria o mesmo sem a busca pelas estrelas.

Related Posts with Thumbnails

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *